Salmos 40
Reconhecimento

Postado por Pedro B. silva em Quarta 21 02-2018 10:53
  • 35 views

1 Coloquei toda minha esperança no Senhor; ele se inclinou para mime ouviu o meu grito de socorro.

2 Ele me tirou de um poço de destruição, de um atoleiro de lama; pôs os meus pés sobre uma rocha e firmou-me num local seguro.

3 Pôs um novo cântico na minha boca, um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor.

4 Como é feliz o homem que põe no Senhor a sua confiança, e não vai atrás dos orgulhosos[66], dos que se afastam para seguir deuses falsos[67]!

5 Senhor meu Deus! Quantas maravilhas tens feito! Não se pode relatar os planos que preparaste para nós! Eu queria proclamá-los e anunciá-los, mas são por demais numerosos!

6 Sacrifício e oferta não pediste, mas abriste os meus ouvidos[68]; holocaustos[69] e ofertas pelo pecado não exigiste.

7 Então eu disse: Aqui estou! No livro está escrito a meu respeito.

8 Tenho grande alegria em fazer a tua vontade, ó meu Deus; a tua lei está no fundo do meu coração.

9 Eu proclamo as novas de justiça na grande assembléia; como sabes, Senhor, não fecho os meus lábios.

10 Não oculto no coração a tua justiça; falo da tua fidelidade e da tua salvação. Não escondo da grande assembléia a tua fidelidade e a tua verdade.

11 Não me negues a tua misericórdia, Senhor; que o teu amor e a tua verdade sempre me protejam.

12 Pois incontáveis problemas me cercam, as minhas culpas me alcançara me já não consigo ver. Mais numerosos são que os cabelos da minha cabeça, e o meu coração perdeu o ânimo.

13 Agrada-te, Senhor, em libertar-me; apressa-te, Senhor, a ajudar-me.

14 Sejam humilhados e frustrados todos os que procuram tirar-me a vida; retrocedam desprezados os que desejam a minha ruína.

15 Fiquem chocados com a sua própria desgraça os que zombam de mim.

16 Mas regozijem-se e alegrem-se em ti todos os que te buscam; digam sempre aqueles que amam a tua salvação: “Grande é o Senhor!”

17 Quanto a mim, sou pobre e necessitado, mas o Senhor preocupa-se comigo. Tu és o meu socorro e o meu libertador; meu Deus, não te demores!

Reconhecimento

Reconhecer é uma atitude sensata, e atribuí a honra, glória a quem é de direito.

O salmista aqui inicia reconhecendo, de onde saiu e quem o tirou v2, essa atitude que por muitas vezes é esquecida também foi ensinada por Jesus quando disse: Mc 12:17 " Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus." Paulo diz a quem honra, honra Rm 13.7, contudo temos aprendido mais à sermos ingratos do que  reconhecer. Muitos não reconhece os esforços dos pais, patrões não reconhece os esforços dos funcionários, maridos que não reconhece os esforços das esposas, esposas que não reconhece os dos maridos, enfim vivemos mais como ingratos do que com o reconhecimento. O salmista viveu de forma diferente, ele atribuiu a honra é o louvor a quem é de direito, "são muitas Senhor, as maravilhas que tens operado" v5. Precisamos aprender a ter um coração grato, precisamos reconhecer os feitos do Senhor em nossas vidas, precisamos da a Deus o que é de Deus, como também não podemos esquecer dos que estenderam a mão quando precisávamos, não podemos ser ingratos a Deus e as pessoas que nos ajudaram em algum momento da vida. Mas o reconhecimento do salmista não foi apenas de palavras, não foi de modo religioso mais de forma sincera, procurando não uma maneira, mas obedecendo a vontade de Deus, ele diz; "agrada-me fazer a tua vontade" portanto se queremos honrar e glorificar a Deus precisamos fazer sua vontade. Proclamar e anunciar também fazia parte da gratidão a Deus, proclamei as boas novas de justiça v9, proclamei a tua fidelidade e a tua salvação v10. Honras não  são prestadas no escuro onde ninguém ver, pelo contrario e feito diante da luz pra que todos vejam, Jesus falou sobre isso também: "Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus." Mt 5.16.

Tenha um bom dia na paz de Cristo. Tenhamos em nós as mesmas atividades do salmista, que sabia de onde tinha vindo e quem o tinha tirado, que nossas atividades sejam de reconhecimento, honra, e glória a quem é de direito, que em nossos corações estejam o desejo de fazer a vontade de Deus, que nossas obras diante da luz expresse honra e glória para que também as pessoas glorifiquem ao nosso Pai.

Diácono Luiz Carlos

Notícias Recomendadas

Salmos 87

1 O Senhor edificou sua cidade sobre o monte santo; 2 ele ama as portas de Sião mais...

Salmos 86

1 Inclina os teus ouvidos, ó Senhor, e responde-me, pois sou pobre e necessitado. 2 Guarda a minha...

Salmos 83

1 Ó Deus, não te emudeças; não fiques em silêncio nem te detenhas, ó Deus. 2 Vê como...

Faça um comentário